PALESTRA é DIFERENTE de PREGAÇÃO

Sem autor
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

PALESTRA é DIFERENTE de PREGAÇÃO

Por FRANKLIN FERREIRA

Emilio Castro, o único latino-americano a ocupar a presidência do Conselho Mundial de Igrejas em Genebra, conta a seguinte história. Na década de 50 ele foi fazer uma pós-graduação em Basel, orientado por Barth. Ai ele foi todo orgulhoso mostrar para Barth um cartaz de uma palestra que seria dada no Uruguai sobre “Filosofia existencialista em Sören Kierkegaard, Martin Heidegger e Karl Barth”. Isso no Uruguai dos anos 50! Castro conta que Barth olhou e disse: “Esse rapaz que vai dar essa palestra, faria melhor se pregasse um sermão”. Castro não entendeu e perguntou porque, ao que Barth respondeu: “Palestra sobre qualquer tema qualquer um faz, basta ter tempo para preparar e livros para pesquisar. Sermão não. Sermão é luta com Deus”.