Ênfase Errada na Soberania de Deus

Sem autor
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email

Ênfase Errada na Soberania de Deus

Por AUGUSTUS NICODEMUS

Augustus Nicodemus
Um dos riscos que reformados correm é enfatizar a soberania de Deus a ponto de esquecer que o próprio Deus estabeleceu e determinou que o mundo funciona na base da lei das causas e efeitos. O mundo natural é regido por leis dentro deste princípío. Da mesma forma o mundo espiritual. Esperar efeitos (resultados) sem que se usem as causas (ações) que os produzem é zombar de Deus, conforme Paulo ensinou aos Gálatas: “De Deus não se zomba: aquilo que o homem semear, isto também ceifará” (Gal 6:7). Quem quer ver sua igreja cheia de convertidos que amam a Deus tem que usar os meios para isto: evangelizar, ensinar, discipular, treinar e orar muito. Quem quer vencer o pecado tem que usar os meios para isto: mortificação, negar a si mesmo, fugir das ocasiões de tentação. Quem quer um casamento feliz tem que praticar o que a Bíblia diz quanto aos papéis do marido e da esposa. Um milagre é quando o próprio Deus faz que os efeitos aconteçam sem o emprego das causas. Somente Ele pode fazer isto. E ele não nos ensina a viver na espera de milagres, mas sim a diariamente usar os meios corretos para se obter os fins desejados.